quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Tai Chi Pai Lin

Tai chi pai lin

Movimento, saúde, harmonia




O Tai Chi Chuan e especialmente o estilo Pai Lin é uma arte marcial interiorizada que trabalha mais com a energia vital do que com a força física, promove o fluxo livre de sangue, líquidos internos e energia pelo corpo proporcionando saúde e bem estar. O mestre Liu Pai Lin foi um exemplo vivo do poder que o Tai Chi promove na vida do ser humano pois tendo vivido até os 94 anos, manteve até os seus últimos dias neste plano o espírito jovial, disposição e lucidez invejáveis, praticando o Tai Chi e trabalhando todos os dias, além de estar sempre administrando cursos e palestras em São Paulo, em várias outras cidades e estados, e também em outros países.

O mestre deixou um legado inestimável que se estende através do trabalho feito pelos professores por ele formados, atuando em diversos parques e postos de saúde, favorecendo um grande número de pessoas.

O estilo Pai Lin deriva das linhagens do norte da china e mantém as bases originais mesmo tendo se adaptado ao estilo de vida do ocidental e, apesar de ter um forte conteúdo marcial, enfatiza mais o aspecto terapêutico e filósico pois segundo o mestre a energia que o Tai Chi manifesta é muito preciosa para ser desperdiçada na luta e seria mais inteligente utilizá-la para promoção da saúde e harmonia espiritual, servindo também de apoio nos atendimentos terapêuticos como a massagem e acupuntura.

Os treinos consistem de dinâmicas para o alongamento da musculatura, desbloqueio das articulações, relaxamento da rede nervosa, meditação, treinos de captação, manifestação e circulação de energia ( chi kung ). Além de treinos para todos os sistemas orgânicos o Tai Chi trabalha um outro aspecto que é o da arte marcial, que por sua vez promove também a saúde enquanto lida com as bases tradicionais das artes marciais chinesas, que além de tratar dos aspectos da luta lida também com os aspectos filosóficos e da harmonização do caráter.









A prática do Tai Chi



A prática do Tai Chi vem se disseminando e ganhando visibilidade na medida em que seus benefícios se tornam evidentes por um número cada vez maior de pessoas, de tal forma que cada vez mais vem sendo recomendado pelos médicos, especialmente em casos relacionados à postura, problemas de coluna e estresse. Atualmente o Tai Chi Pai Lin desenvolve um trabalho significativo nas unidades de saúde contando com o depoimento de inúmeras pessoas que passam a melhorar em casos de hipertensão, problemas respiratórios, dentre outros.



Contudo ao se envolverem com a prática as pessoas acabam por perceber que os benefícios são muito mais abrangentes, tanto no que toca a sua ação no corpo, quanto no que se refere aos aspectos mentais e emocionais e num aspecto mais elevado a influência recebida pelo próprio espírito do praticante que passa a conceber as coisas de uma maneira completamente nova, se tornando indivíduos mais éticos e compassivos, no sentido mais amplo da palavra, além de canalizarem melhor sua energia numa direção menos dispersiva do que propõe a rotina insana dos que moram nas grandes cidades, especialmente.Com isto esta prática se torna um verdadeiro tesouro para pessoas de qualquer profissão, idade, credo, ou nível social, porque trabalha com o que é essencial para a vida em si, independente das opções deste ou daquele, assim como na natureza não existe preferência por este ou aquele ser, mas tudo ocorre para que a vida na sua expressão mais ampla funcione em prol da unidade, respeitando e somando as diferenças.



Alguns dos treinos para saúde dentro do estilo Pai Lin, dentre outros são :



- auto massagens diversas

- treinos para os órgãos internos

- treinos para as articulações e alongamento muscular

- treinos de energia ( chi kung ), básico, intermediário e avançado.

- treinos respiratórios

- meditação taoísta

- treinos para os tendões

Formas marciais



- Tai Chi de 37 movimentos

- Tui Shou ( aplicação dos movimentos do Tai Chi Chuan )

- Tai chi longo de 108 movimentos

- Pá Kuá oito palmas, cinco elementos e 64 movimentos e suas aplicações curtas.

- Tuei lian ( aplicações do Pá Kuá numa seqüência longa – Toi chá )

- Pá Kuá com espada e espada dupla

- Pá Kuá com leque

- Tai Chi Espada


Locais para aulas:
                    Tai Chi Chuan

       Parque do Ibirapuera

         Quarta feira das 8:00h às 9:15


    Museu do Ipiranga

        Terça feira das 8:30 às 10:30


- Parque da Cidade (próximo ao Shopping ABC)

Quinta feira das 17:00 às 18:00 das 18:00h às 19:00h

- Parque Vinicius de Morais (Morumbi)

Segunda feira das 11:00 às 12:00




Espada Tai Chi




                                       Parque do Ibirapuera

                                    
Quarta feira das 10:00h às 11:00h


- Cemetrac (Liberdade)

Sexta feira das 9:30h às 10:30

- Parque Vinicius de Morais

Segunda feira das 9:30 às 10:30

maiores informações no telefone (11) 42241433 - (11) 986186354, ou contatos pelo email
ronaldotaichi@hotmail.com

Aula de Tai Chi Chuan e Pá Kuá no Parque do Ibirapuera



Tai Chi Pai Lin 37 movimentos vídeo 1


Tai Chi Pai Lin 37 movimentos vídeo 2




ESPADA TAI CHI


O estilo Pai Lin Tem uma tradição com o treino da espada taoista,( tanto que o próprio símbolo da linhagem tem a espada atravessando o yin e o yang e os oito trigramas do I Ching ) a espada alquímica , o metal que gera a água. que por sua vez está ligada aos rins e portanto à vitalidade, o que quer dizer que acima do aspecto da luta, ela como treino é fonte de saúde, além de representar o corte das emoções negativas que são principalmente a ira, a ignorância e os desejos desnecessários. Isto confere a espada um cunho energético e espiritual, que na sua unidade , busca a harmonia da mente, do corpo e do espírito. Portanto o treino da espada é muito poderoso e traz modificações significativas para o praticante em todas as dimensões, desde que observado que este é um treino do Tai Chi e deve ser executado de acordo com os seus princípios. Com isto é aconselhável que o indivíduo aprenda primeiro o Tai Chi para que ao iniciar o treino com espada já tenha as bases marciais, energéticas e filosóficas que regem esta prática. Contudo muitas pessoas inicialmente optam pelo treino com a espada antes de aprender o Tai Chi, porque o apelo visual é muito forte, nestes casos é essencial que tenha um professor que saiba conduzir o aprendizado num sentido que não seja dispersivo, para não causar danos físicos ou energéticos, procurando levar o praticante numa linha em que este acabe por entrar em contato com a base original situada no Tai Chi.

O treino com a espada Tai Chi encerra em si mistérios e revelações que podem ser vislumbrados num estágio mais avançado, dependendo da dimensão emprestada pelo praticante que , mesmo desconhecendo seus princípios e significados mais profundos, estes acabam por se manifestar através de seu espírito. A condição essencial para isto é a pureza do seu coração e de sua intenção.

Esta compreensão é atingida ao longo do tempo e, como em todo treinamento verdadeiro, através da disciplina, da reverência interna e dedicação; a partir das quais se desenvolve a sensibilidade, habilidade e manifestação do espírito, e desde que o praticante esteja atento e faça as devidas analogias, são lançadas luzes sobre aspectos pessoais a serem trabalhados, que se evidenciam durante os movimentos e posturas, dificuldades e facilidades. Mesmo em situações anteriores e posteriores aos treinos.

Grupo Espada Tai Chi em Brasília

O aspecto místico, o lendário, o extraordinário, associados ao caráter poético, são ingredientes inseparáveis das antigas civilizações, em especial a chinesa, e mesmo hoje o homem não consegue se desvencilhar deste elo. As práticas taoístas são permeadas de simbolismos que sugerem a ação mágica da natureza sobre o espírito humano, os próprios nomes dos movimentos do Tai Chi, Pá Kuá e especialmente a espada Tai Chi, sugerem um mundo de sonho e poesia, de uma dimensão que transcende o sentido comum. Porém ao nos aproximarmos da origem destes signos vamos nos deparar com o aspecto prático do sonho ao entrarmos em contato com uma realidade incomum que trata de aspectos fisiológicos ( linfas, liquors, sangue, alquimias metabólicas, psicosomatismos, circulações , ciclos, pulsações,… ) e energéticos ( pontos e canais de acupuntura, pequenas e grandes circulações energéticas,… ) energéticos que mobilizam fisiológicos, virtuais que mobilizam densos, sopros que põe estátuas em movimento. Ao ser humano o sonho é inerente e por vezes necessário, ele conduz à mão de Deus que é a mão que através do anjo conduz e comanda a espada, é o elo entre o intuito e o ato, a parábola de Cristo, o paradoxo do Tao, a metáfora que revela a essência.




” Sonho da Borboleta “

Sonhei que eu era uma borboleta,

a esvoaçar aqui e ali.

Agia somente como borboleta,

sem ter consciência

de ser um indvíduo.

Depois, dei comigo acordado

outra vez no corpo.

Era eu uma pessoa

a sonhar que era uma borboleta?

Ou sou uma borboleta

a sonhar que sou uma pessoa?

(Chuang Tzu)

O verso de Chuang Tzu reflete bem o espírito Zen, quando o indivíduo se torna um com o que pratica. O Zen é um conhecimento interior onde o domínio não pertence ao intelecto, mas à ação intuitiva, gerando e desenvolvendo o potencial interno através do domínio sobre as emoções, especialmente a ira, a ignorância, o desejo e as paixões desnecessárias. O cultivo do vazio leva ao desapego e é fundamental no processo Zen, conquistando-o, o ser não se prende as amarras do passado nem anseia pelo futuro, pois ambas as atitudes impedem a manifestação do presente e, sem a consciência do hoje não há a compreensão do passado nem a visão do futuro.

“… cada coisa tem um instante em que ela é,

e eu quero apossar-me do é da coisa…”

(Clarisse Lispector)

Espada Tai Chi

Exposição "Os guerreiros de Xi'an e os tesouros da cidade proibida"
Museu da Oca




Fotos do workshop de Espada Tai Chi em
Vitória - E.Santo